Poesias Inéditas - Fernando Pessoa

Capa do livro
Poesias Inéditas - Fernando Pessoa
Informações sobre o livro
Título Traduzido: Poesias Inéditas - Fernando Pessoa
Gênero: Literatura Nacional
Informações sobre o arquivo
Número de páginas: 52
Tamanho máximo: 180 kb
Formatos disponíveis: .pdf
Idioma: Português
Compre este Livro no SubmarinoCompre este Livro na Americanas



Download no computador / eBook Reader / Mobile

    180 kb

    Sinopse

    Poemas:
    • A pálida luz da manhã de inverno
    • A 'sperança, como um fósforo inda aceso
    • A tua voz fala amorosa...
    • Aqui está-se sossegado
    • Aqui neste profundo apartamento
    • Árvore verde
    • As lentas nuvens fazem sono
    • As nuvens são sombrias
    • A tua carne calma
    • Basta pensar em sentir
    • Bem, hoje que estou só e, posso ver
    • Bóiam farrapos de sombra
    • Brincava a criança
    • Cai chuva do céu cinzento
    • Cai chuva. É noite. Uma pequena brisa
    • Caminho a teu lado mudo
    • Cansado até dos deuses que não são
    • Cansa ser, sentir dói, pensar destruir
    • Canta onde nada existe
    • Ceifeira
    • Cheguei à janela
    • Chove. Que fiz eu da vida?
    • Clareia cinzenta a noite de chuva...
    • Começa, no ar da antemanhã
    • Como às vezes num dia azul e manso
    • Como é por dentro outra pessoa
    • Como nuvens pelo céu
    • Como um vento na floresta
    • Criança, era outro
    • De aqui a pouco acaba o dia
    • Deixa-me ouvir o que não ouço
    • Deixei atrás os erros do que fui
    • Deixem-me o sono! Sei que é já manhã
    • Deixei de ser aquele que esperava
    • Deixo ao cego e ao surdo
    • Depois que o som da terra, que é não tê-lo
    • Depois que todos foram
    • Desfaze a mala feita pra a partida!
    • Desperto sempre antes que raie o dia
    • Deus não tem unidade
    • Deve chamar-se tristeza

    Ler tudo
    Opiniões sobre o livro

    publicidade

    Compartilhe

    URL curta: